Uma história de amor

Oi Meninas, estou um pouquinho ausente, mas logo voltarei com as novidades.
Hoje vim aqui para publicar uma história de amor, coragem,  determinação e dedicação de uma noivinha que pediu para eu divulgar a história do casal.
O blog dela é Um dia nós dois
Segue o depoimento:
"Este ano eu e meu amor fizemos 5 anos de namoro... Q legal.......legal teria sido se não tivessemos enfrentando um dos momentos mais críticos de nossas vidas.

Ano passado (Novembro de 2009), descobrimos em um exame que ele tinha uma "massa de 14 cm" no abdómen.
Fiquei assustada, mas começamos a investigar... foram vááários exames, até chegar a conclusão que ele estava com CÂNCER, foi uma barra (ele tinha apenas 22 anos).

Mas... se tinha que ser assim, então só tínhamos uma saída... ENFRENTAR!
Sabíamos que ele tinha câncer, mas precisávamos descobrir que tipo. Ultrasonografias - Tomografias - Ressonâncias - Biopsias... e muito mais...

Fomos para o Hospital A C Camargo e lá graças a Deus fomos muito bem atendidos e descobrimos que ele tinha um câncer muito comum em jovens ( CÂNCER DE TESTÍCULO).
Mas para nossa infelicidade já tinha avançado um pouco e tinha migrado para região abdominal (qdo descobrimos já estava com 14 cm).

No dia 12 de Dezembro ele fez a primeira cirurgia (retirada do testículo). 
A recuperação foi muito boa, porém no dia da alta hospitalar o médico não o liberou, pois ele tinha perdido o movimento da perna esquerda (por causa da compressão de um nervo próximo a região abdominal)... o tumor tinha quase 30 cm (esse tumor crescer absurdamente rápido).
A única saída era começar logo a quimioterapia para reduzir o tumor e posteriormente retira lo.

Ai vai um dilema...
A retirada de um dos testículos não impede o homem de ter filhos, pois o outro testículo continua lá, firme e forte...
Porém a quimioterapia PODE causar danos irreversíveis...
Mas graças a Deus no mesmo dia conseguimos uma clínica para guardar semem. Pode ser que volte ao normal depois de 2 anos, mas para não corrermos o risco, deixamos nossos futuros filhos bem guardadinhos...

Começamos a tal da quimioterapia... 
1º Sessão: 5 dias direto (saímos do hospital no dia do natal 25-12-2009). 
Acabado... nenhuma palavra pode descrever melhor a expressão do meu amado saindo de muletas do Hospital.
Fomos para casa... ele sentiu muito enjoo, fraqueza, falta de apetite, mas não teve nenhuma infecção (por causa da baixa imunidade).
Passamos o ano novo bem quetinhos em casa.

15 dias após o inicio da quimio os CABELOS COMEÇARAM A CAIR.

E lá estávamos nós... indo todo dia para o hospital fazer as quimio. Sempre repitiamos as tomografias para ver os resultados ( e elas mostravam que estavam diminuindo).
Ele teve que fazer 4 sessões de quimio (foram quase 4 meses).

Chegou o mês da cirurgia, ele estava tranquilo, mas eu não (acho que nunca segurei tanto o choro qto dessa vez, eu precisava mostrar que estava tudo bem, então aguentei).
Ai eu volto na história dos 5 anos de namoro (dia 11 de maio), fomos comemorar e a comemoração foi praticamente uma despedida (com recomendações de como teriam que ser as coisas se o pior acontecesse)....

Mas tudo bem (APRENDI QUE NA FRAQUEZA SOMOS FORTES)

Dia 14/05/2010 chegou a cirurgia de retirada do tumor abdominal (que havia reduzido quase pela metade, estava novamente como no inicio, uns 15 cm). Ficamos o dia inteiro esperando. Que nervoso... mas ele subiu para a cirurgia (não gosto nem de pensar na cena)... entrei no banheiro e chorei... n'aquele momento era a única coisa que podia fazer, além de clamar a Deus.
Era uma cirurgia muito arriscada, pois o tumor estava "encostado" em outros órgãos (lembrando que não estava em nenhum órgão e sim ENTRE ELES- na cavidade abdominal).

A cirurgia demorou umas 6 horas...
23:00 horas o hospital já estava fechado e nós estava lá esperando na emergência... sem nenhuma notícia.
Até que o médico avisou que tinha acabado... e ele tinha ido para UTI.
Deixou uma pessoa subir (a mãe)... depois foi caridoso e deixou mais uma subir (o pai), mas ai eles foram mais caridosos ainda e deixaram mais uma (a namorada)... ahhhh

Cheguei lá ele ainda estava "grog"... sem falar nada com nada, todo entubado... tomando morfina para controlar a dor... o corte é enorme... 
Mas eu estava mais tranquila.
O médico passou, explicou como foi a cirurgia e disse que só tinha tido uma "pequena" complicação (ele cortou um "veinha"... nada mais, nada a menos que a AORTA - ....... 2 segundos e quase ... (....) quase).
Fui para casa, pois na UTI não pode ficar ninguém.

Cheguei no outro dia... ahhh 
Não tenho palavras para agradecer a Deus por poder lembrar d'aquela imagem...
Ele ainda estava com muita dor, não conseguia falar... mas só de olhar para ele meu coração se encheu de paz.

1º 2º e 3º dia foi bem complicado, no 4º ele já estava melhor... e no 5º milagrosamente estava em pé, andando para lá e para cá... com a perna boa (o médico ficou abismado pois a perna dele não era para estar mexendo tão cedo)... Mas ele estava novo na caixa.
Enfim recebemos alta do hospital...
Fomos para casa...

Agora era só esperar o resultado da biopsia (do que foi retirado) para saber se seria preciso mais quimioterapia ou não....
DIAS LONGOS... Mas a tal biopsia saiu. O urologista (que fez a cirurgia) não foi muito animador... mas disse que precisávamos conversar melhor com o oncologista dele.

DIA 17 DE MAIO DE 2010, recebemos a resposta de todo o tratamento (quimiotepico + Cirurgias).

Deus seja louvado;

ACABOUUUUUUU o Tratamento!!!!!!
Por enquanto precisamos fazer os exames de 2 em 2 meses (tomografias), mas perto do que já passamos isso vai ser fichinha...

Jamais poderemos pagar ou retribuir o carinho e ajuda de amigos/ familiares/ chefes/ profissionais de saúde.... JA-MA-IS!

Só posso agradecer a DEUS e pedir que possa devolver em bênçãos dobradas toda o tipo de ajuda oferecida nesses meses passados.
(Tentei resumir o máximo essa história... Não temos vergonha ou receio de contar que passamos por isso. Acreditamos que esse momento serviu para nos ensinar algo, e nossa história de vida pode ajudar outras pessoas, por isso quero encaminha esse testemunho, para que todos estejamos alertas. É uma doença silenciosa, mas tem muitos casos, o diagnóstico precoce pode salvar vidas, esse tipo de câncer pode matar em poucos meses. É uma câncer maligno, mas as chances de cura são grandes. Espalhe, divulgue, seja amigo-irmão-companheiro, seja alguém que pode mudar a vida de outro alguém)."
  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS
Read Comments

2 Response to "Uma história de amor"

  1. Pri says:
    26 de julho de 2010 17:55

    Nossa, que história linda. Fiquei emocionada e cheguei até a pensar que o final não seria feliz. Deus é muito misericordioso e salvou a vida deste casal, sim, do casal porque não foi só ele que sobreviveu à cirugia. Uma história de amor verdadeiro! Que Deus os abençõe!

  2. Ella Gui, Elle Gi. says:
    26 de julho de 2010 22:11

    que milagre!!! só mesmo Deus pra meter as mãos e fazer com que tudo deia pelo melhor segundo a sua vontade.
    que história linda de força superação amor. espero que deus os abençõe grandemente e que agora venham ventos calmos...

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário.