Relato 5 - O Grande Dia

Após as fotos com os padrinhos fomos para o local da recepção liberar o almoço. Embora antes da cerimônia tenha sido oferecido um cocktal, os convidados já estavam com fome.

Ao entrar fomos recepcionados por uma chuva de papel. Foi bem bacana!! Nos dirigimos para a mesa do bolo, fizemos as fotos, o brinde e o buffet foi liberado.






Saímos para tirarmos as fotos externas. Após a sessão de fotos voltamos para o salão e fomos almoçar. Um garçom (esqueci o título) nos serviu, ele ficou do nosso lado e tudo que queríamos eles nos servia.
Eu comi a comida, mas sinceramente não senti o gosto de nada.











Depois do almoço, teve a retrospectiva. Deu super certo e os convidados amaram. Todos comentaram que gostaram de se ver no telão.



A pista de dança foi aberta, mas não bombou por ser de dia.

Começamos os cumprimentos. Fizemos questão de passar nas mesas e agradecer cada pessoa que compareceu.

O noivo passou a gravata que nos rendeu quase R$ 1000,00 e ajudou muito na nossa viagem.

Fui jogar o buquet para as solteiras, foi distribuído os arquinhos com véu (veja aqui), os chaveiros de sapinho e elas amaram. Não joguei o meu buquet e sim um outro. Era para ter jogado o sapo-príncipe, mas não recebi a tempo.

Todos os convidados elogiaram o buffet, a festa, a cerimônia, os detalhes do casamento. Foi um sucesso.

Contratamos o espaço criança da chácara com monitores e foi ótimo, porque não vimos uma criança na festa. Estavam todos nos brinquedos e no campo de futebol.



Os convidados foram indo embora aos poucos e por último ficamos nós, meus pais e meu irmão com a família.

Colocamos no carro tudo o que havia sobrado (leques que foi entregues na cerimônia, canecas, topo de bolo, cubos, bolo, docinhos, bem casados e os salgadinhos) e fomos embora.

Nossa noite de núpcias foi em um hotel perto de casa.

No dia seguinte (2ª feira), tinhamos muitas coisas para fazer: malas (com a correria do casamento não deu tempo de fazer, já que viajaríamos dois dias depois não me preocupei tanto), trocar o dinheiro na casa de câmbio, fui no hospital e tirei uma chapa da cabeça por causa do tombo, estava com dor, mas graças a Deus não tinha nada.

Dorminamos essa noite em casa.
  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS
Read Comments

1 Response to "Relato 5 - O Grande Dia"

  1. Lucelia says:
    10 de maio de 2011 13:43

    Tem sido legal acompanhar os relatos do grande dia.É bom saber que os convidados elogiaram tudo, assim dá mais segurança pra mim.
    Estou ansiosa para o meu dia!

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário.