Tower Bridge - Londres

Chegamos em Londres já estava escuro, no inverno o dia escurece mais cedo.

O hotel era perto da estação, fizemos o check in colocamos as malas no quarto e saímos para conhecer a Tower Bridge.

A ponte é muito linda e impressionante. Vejam:

















  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS
Read Comments

Indo de Amsterdam a Londres

Não existe viagem direta de Amsterdam à Londres. Obrigatoriamente tem que ser feito uma escala com troca de trem. E essa escala é feita em Bruxelas.

Então pegamos o trem na Estação Central de Amsterdam, o trem da Thalys.
Estação Central de Amsterdam

Nossas poltronas eram uma de frente para a outra com uma mesinha no meio. Como no anterior, com tomadas para o notebook e wifi pago.

O trem saiu um pouco atrasado. A viagem durou em média 2h. Chegamos em Bruxelas em cima do horário para o outro trem.

Mas como estávamos indo para Londres tínhamos que passar pela imigração. Primeiro paramos na Polícia Federal. O policial invocou com o nosso passaporte, porque o carimbo de entrada por Portugal estava muito fraco. Ficou bastante tempo olhando com uma lupa. Depois resolveu fazer algumas perguntas como: Por qual país entramos na Europa? Para onde vamos? Se temos hotel reservado? Respondida as perguntas nos liberou, mas ainda não podíamos entrar no país da rainha, tínhamos que passar pela imigração. 

Entramos na fila, o agente mandou voltar e preencher um formulário que estava em cima de um balcão. 

Formulários preenchidos voltamos para a fila. Entregamos o formulário e os passaportes. O agente chamou um outro funcionário que falava espanhol e começou a fazer várias perguntas como: Quantos dias iríamos ficar em Londres? Saindo de Londres iríamos para qual cidade? Que dia voltaríamos para o Brasil? Pediu os comprovantes da reserva do hotel, a passagem de saída de Londres e a passagem de volta ao Brasil. Essa última eu não conseguia achar de jeito nenhum e ele querendo. Até que ele resolveu perguntar o que fazemos no Brasil? Respondemos que somos professores, foi quando ele falou que não precisava mais dos comprovantes e nos liberou. Pelo menos lá fora somos valorizados.

Passamos pelo raio x e um outro agente nos deu a triste notícia que havíamos perdido o trem, mas eles nos encaixaría no próximo. Ainda bem!!

Aguardamos um pouco até que veio uma mulher falando espanhol e nos entregou as novas passagens.

Esperamos 1 hora para o embarque.
Sala de espera da Eurostar em Bruxelas
Quando o trem chegou nos liberaram para irmos até a plataforma e embarcarmos. No horário exato o trem partiu. Pontualidade Britânica.

Subindo para a plataforma

Viajamos de Eurostar, o trem de alta velocidade é bem confortável e mais elegante que o da Thalys, mas não havia tomadas para o laptop e nem wifi.



Assim como nos trens da Thalys, para entrar não é pedido nenhum comprovante. Mas no decorrer da viagem, um funcionário passa cobrando, verificando e picotando as passagens.
Nossas passagens


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS
Read Comments